Os terremotos são provas reais e inegáveis da volta de Jesus Cristo parte 8 Autor Pbsena


3. Os terremotos que precedem a vinda de Cristo e que estão na agenda divina que estão acontecendo e acontecerão nos dias atuais.

O terremoto que aconteceu no Haiti, e todos os demais que antecederam, é mais uma prova real e inegável da volta de Jesus Cristo e o fim dos tempos. Os terremotos são abalos sísmicos que demonstram sinais sobrenaturais da ação divina sobre a terra e seu subsolo (Mt 27:54). Eles são avisos de Deus ao homem de que a vinda de Cristo está próxima; e o fim do mundo esta chegando. Antes de Jesus Cristo ser morto pelas mãos do homem, Ele deixou predito de que quando estivesse próximo de sua parousia (Aparição e Vinda) aconteceriam sobre a terra tremores e terremotos em várias partes da terra. Embora a ciência encontre teorias por meios técnico e científico, que justifiquem o motivo para os acontecimentos dos terremotos, isto é o que menos importa. O que está em foco é à observação e o cumprimento da profecia de Jesus (Mt 24:7) – Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares(Lc 21:11 Mc 13:8) Os acontecimentos dos terremotos não estão de fora dos registros bíblicos. Quem navega dentro das Escrituras Sagradas não vai longe para encontrar referencias sobre o assunto. Se procurarmos logo encontraremos dentro dela, episódios que marcaram em tempos passados, provas; de que eles são realmente a intervenção divina e sua mão agindo sobre o planeta.

Vejam que a partir do séc. I houve somente oito tremores de terra, já no séc. XIX, os terremotos aumentaram aproximadamente para cerca de 2119. Em sua quantidade. Do ano de 1905 até 1976 morreram cerca 1.640.700 pessoas vítimas de terremotos. E daqiu pra frente a tendencia é seu aumento. O  mais recente foi o do Haiti o maior que já houve na História do mundo, que vitimou cerca de 300 mil pessoas e deixou milhões de desabrigados e um país quase que fantasma. Todos estes terremotos já aconteceram nos séculos da era cristã. E daí por diante eles vêem se intensificando cada vez mais, sendo considerado como terremotos agendados por Deus para seu acontecimento por se tratar de avisos para a vinda de Cristo e do fim dos tempos.

Os maiores terremotos do mundo

1º – Shaansi, China, 1556, 830 mil mortos.
Na região central da China, a terra tremeu em 23 de janeiro de 1556 para produzir o pior desastre natural de que se tem notícia.
O terremoto atingiu oito províncias e arrebentou 98 cidades, algumas delas perderam 60% da população. A maior parte das pessoas morreu soterrada na queda de casas mal construídas.

2º – Calcutá, Índia, 1737, 300 mil mortos.
Relatos de época indicam que essa catástrofe de 11 de outubro de 1737 tenha sido um terremoto. Mas, como na época não existiam registros 100% confiáveis, alguns especialistas levantam a hipótese de que o estrago foi causado por um ciclone. Além dos mortos, o cataclismo deixou 20 mil barcos à deriva na costa.

3º – Tangshan, China, 1976, 250 mil mortos.
O tremor de 27 de julho de 1976 sacudiu o nordeste da China.
A cidade toda dormia quando o chão mexeu, fazendo cerca de 800 mil feridos. Até hoje, especialistas suspeitam que o número de mortos possa ser muito maior que o divulgado pelo governo. Estima-se que o total de vítimas possa ter chegado a 650 mil

4º – Kansu, China, 1920, 200 mil mortos.
Essa região situada no centro-norte do país não sentia um tremor havia 280 anos, mas esse de 16 de dezembro de 1920 botou para quebrar: atingiu uma área de 67 mil km2, arrasando dez cidades.
A série de ondulações deformou a área rural e prejudicou uma das principais atividades econômicas da região, a agricultura.

5º – Kwanto, Japão, 1923, 143 mil mortos.
O megatremor de 1º de setembro de 1923 atingiu as principais cidades do Japão. Só em Tóquio e Yokohama, mais de 60 mil pessoas morreram nos incêndios causados pelo abalo. Logo depois desse terremoto, a profundidade da baía de Sagami, no sul de Tóquio, aumentou mais de 250 metros em alguns pontos.

6º – Messina, Itália, 1908, 120 mil mortos.
Em 28 de dezembro de 1908, o sul da Itália sofreu com um grande terremoto que devastou as regiões da Sicília e da Calábria. Para complicar ainda mais as coisas, o tremor foi seguido por tsunamis de até 12 metros de altura. A seqüência de enormes paredes de água quebrou na costa do país e amplificou os estragos.

7º – Chihli, China, 1290, 100 mil mortos.
Quase não há registros sobre esse chacoalhão de 27 de setembro de 1290 – apenas a certeza de que ele foi um dos mais mortais da história. A província de Chihli, que teve seu nome mudado para Hopei em 1928, inclui a cidade de Tangshan e é famosa pelos terremotos, que já teriam vitimado mais de 1 milhão de pessoas.

8º – Shemakha, Azerbaijão, 1667, 80 mil mortos.
Por estar situada em cima de uma zona sujeita a abalos, essa cidade foi destruída por vários terremotos. O primeiro e mais mortal foi esse de novembro de 1667. Depois do susto, a tranquilidade não durou muito: registros da época indicam que a terra voltou a tremer por lá dois anos mais tarde.

9º – Lisboa, Portugal, 1755, 70 mil mortos.
Em apenas 3 horas, a capital portuguesa foi atingida por três tremores distintos, que destruíram 85% da cidade. Gigantescas ondas atingiram a região, a água subiu 5 metros acima do nível normal e um incêndio consumiu casas, igrejas, palácios e bibliotecas. A tragédia aconteceu em 1º de novembro de 1755.

10º – Yungay, Peru, 1970, 66 mil mortos.
Esse terremoto de 31 de maio de 1970 fez desabar um enorme pico de gelo na cordilheira dos Andes. Em poucos minutos, a cidade de Yungay estava debaixo de uma massa de neve e detritos que desceram a encosta a mais de 300 km/h. Para piorar a situação, as inundações subiram o prejuízo para 530 milhões de dólares.
Os terremotos que ocorream em 2010

  • 4 de Janeiro: série de sismos atinge o Pacifico Sul
  • 5 de Janeiro: sismo de magnitude 6,8 atingiu as Ilhas Salomão, sem causar tsunamis ou vítimas, disse a polícia.
  • 12 de Janeiro: Sismo  de 7,3 graus na escala Richter provoca grande destruição no Haiti. Causando cerca de 100.000 mortos.
  • 15 de Janeiro: Sismo de magnitude 5,6 atingiu a região de Sucre, na Venezuela, segundo o Centro de Estudos Geológicos dos EUA.
  • 17 de Janeiro: sismo de magnitude 6,3 atinge sul da costa da Argentina
  • 17 de Janeiro: dois sismo de magnitude 4,9 e 4,1 ocorreram próximo da cidade de Andimeshk, na província do Khuzistão, no Irã.150 casas teriam sido danificadas
  • 17 de Janeiro: um sismo moderado, de 5,9 graus, afetou a costa de Papua-Nova   Guinê segundo Instituto de Sismologia dos Estados Unidos (USGS).
  • 20 de Janeiro Um novo sismo de 6,1 graus, abala o Haiti, provocando mais destruições e dificuldades nos trabalhos em busca de Resgate.

A pior notícia é que não que podemos evitá-los. Só podemos direcionar a Deus os nossos rogos e nossas orações, que tenha piedade toda a qualquer nação; que passar por esse momento aflitivo. E ficarmos de sobreaviso pensando em cada um de nós mesmo, que estamos morando em algum lugar deste planeta, pesando que todos nós não estamos imunes e livres, e de fora da rota dos terremotos. Pois eles são provas da volta de Cristo e do fim dos tempos e do fim do mundo. Lamentavelmente eles não irão param por ai, eles estão na agenda divina para sua manifestação. Agora é pedir a Deus que tenha misericórdia e piedade de nós que os tornem esses terremotos o mais brandos possível.

Alerta a quem ainda não aceitou Jesus como seu Salvador pessoal

(Ap 16:15) Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.

Alerta à Igreja de Cristo

(Ap 3:11) -Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.

vinda de Cristo

Vá para a nona parte do estudo

Concecte-se em mim e descubra os meus mistérios

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s